Transição é palavra de ordem na indústria automotiva

0
476

É tempo de grandes transformações na indústria automotiva, que precisa acompanhar a evolução de diferentes normas técnicas para manter a capacidade de atendimento aos mercados. Três importantes publicações para o setor – ISO 14001:2015, ISO 9001:2015 e IATF 16949:2016 – têm curto prazo de transição: 14 de setembro, quando os certificados baseados nas versões anteriores perdem a validade.

Propiciar a evolução dos sistemas de gestão nas organizações, com base no avanço das tecnologias e das práticas em todo o mundo, é a missão das normas ISO, que estão sujeitas a revisões regulares a fim de manterem a sua relevância na indústria. Exemplo disso é a ISO 14001:2015, focada em gestão ambiental, que substitui a versão anterior, lançada em 2004.

A certificação garante à empresa desenvolver um sistema de gestão ambiental adequado à natureza de suas atividades, podendo demonstrar que dispõe de ações proativas no contexto da organização para proteger o meio ambiente. Isto inclui iniciativas que envolvem o uso sustentável dos recursos, a proteção da biodiversidade e a preocupação com o ciclo de vida dos produtos, entre outros tópicos.

A organização certificada conforme a ISO 14001:2015 obtém diversos benefícios no mercado, como cumprir obrigações legais, demonstrar conformidade com normas ambientais, aumentar a eficiência com redução de custos, alcançar maior integração das partes interessadas e estar preparada para mudança de cenário dos negócios com mais confiabilidade.

Destinada à gestão da qualidade, a ISO 9001:2015 aprimora e substitui a versão anterior da norma, lançada em 2008. As principais mudanças apresentadas na publicação estão relacionadas a conceitos, como contexto da organização, partes interessadas, liderança, mentalidade de risco, comunicação, entre outros conceitos.

A empresa que estiver adequada à publicação ISO 9001:2015 demonstra capacidade para avaliar os riscos e as oportunidades, melhorar o desempenho operacional, aumentar a eficiência com economia de tempo e custo, ampliar a participação e a motivação dos funcionários com processos mais eficientes, conquistar mais clientes e ampliar as oportunidades de negócios.

Outra importante norma para o setor é a IATF 16949:2016, que define o novo padrão internacional para a gestão da qualidade na indústria automotiva. Criada pela International Automotive Task Force (ou Força Tarefa Automotiva Internacional, na tradução), a publicação tem como objetivo alinhar os sistemas da qualidade aplicados na indústria automobilística.

O foco desta norma é propiciar o desenvolvimento de um sistema de gestão da qualidade que gere a melhoria contínua dos processos para a prevenção de defeitos e a redução de desperdícios na cadeia. Assim, com a certificação IATF 16949:2016, a empresa terá um reconhecimento global e foco na melhoria da satisfação dos clientes.

A norma IATF 16949 é considerada no mercado como uma necessidade, uma vez que fabricantes e montadoras exigem a certificação de seus fornecedores, sendo aplicável a projeto, desenvolvimento, produção, instalação e manutenção de produtos relacionados à aplicação automotiva. É, portanto, requisito essencial para as indústrias que atuam na cadeia automotiva em todo o mundo.

Transição é palavra de ordem para as empresas, que precisam obter as certificações dentro do prazo para manter a capacidade de fornecimento aos mercados. É necessário analisar os novos requisitos das normas, fazer as adequações necessárias aos sistemas de gestão e planejar as auditorias, que devem ser feitas o quanto antes para que haja tempo de correção em caso de não conformidades, para posterior aprovação e emissão do certificado.