Tecnologia Dow entra em campo nos jogos de hóquei Rio 2016

0
503

Inovação e pesquisa fazem a diferença no gramado artificial de cor azul e na bolinha utilizados nas partidas oficiais

Começou neste sábado, dia 06, o torneio de hóquei sobre a grama nos Jogos Rio 2016 e a Dow, patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos desde 2010, é responsável por uma série de inovações que têm afetado diretamente o desempenho de algumas modalidades e atletas. Entre elas está o gramado azul, tendência lançada nos jogos de Londres 2012 e que será mais uma vez aproveitada na modalidade.

A Dow é fornecedora da tecnologia química que incorpora os fios da grama sintética azul e também o núcleo da bola do hóquei sobre a grama. A empresa e seu cliente trabalharam juntos no Riverbank Arena, durante os Jogos Olímpicos Londres 2012 e ajudaram a definir este novo padrão para os mais importantes campeonatos de hóquei sobre grama do mundo. O novo padrão de cor contrasta com o tom amarelo da bola e facilita a visualização tanto para quem joga quanto para quem assiste (jogadores, espectadores e arbitragem), o que contribui para o ritmo de jogo e qualidade de transmissão.

Este tipo de grama artificial tem métodos de produção que proporcionam alta resistência, mesmo quando a grama está molhada o que afeta diretamente a durabilidade do campo, principalmente em uma longa e intensa sequência de jogos que demandam muito da superfície. Junto a isso, a utilização do taco tende a danificar muito o gramado natural, o que também faz do sintético uma boa opção, por ser projetado para oferecer maior durabilidade, aumentar a vida útil do campo e garantir uniformidade durante o intenso cronograma de competições dos Jogos. Ela não necessita de água e nem de alto volume de mão de obra na sua manutenção, o que também traz uma economia se comparada a grama natural e o torna um grande alvo das organizações de grandes competições e administradores de grandes complexos esportivos que precisam sempre otimizar seus custos.

Também as bolas usadas nas partidas olímpicas de hóquei possuem tecnologia da Dow. Seu núcleo de poliuretano micro espumado é especialmente desenvolvido com pólios da empresa e que oferece um desempenho superior e mais consistência se comparado a bolas fabricadas com núcleos de cortiça vulcanizada tradicional, de borracha ou de polímero sólido.

Por ser um jogo intenso e rápido, disputado em quatro tempos de 15 minutos, a tecnologia envolvida no campo é pensada para deixar o gramado consistente e plano, mas que permita que o movimento da bola seja mais preciso e rápido se comparado a superfícies desiguais.

A grama sintética é amplamente utilizada em partidas de hóquei e tem liderado uma discussão sobre o futuro dos gramados dos campos de futebol também. Já sendo adotada por times da liga da Europa e MLS. O gramado do Campo Nou, por exemplo, foi recentemente trocado por um gramado híbrido que mescla a grama natural com a artificial por sua maior resistência, durabilidade e facilidade nos cuidados.