Residência de tecnologia prorroga inscrições de sua quarta edição para até 24 de junho

Programa busca cinco protótipos que proponham soluções para problemas sociais como inclusão social, segurança pública, mudanças climáticas, educação e muito mais

0
789

Makerspace no Red Bull Station [Crédito: Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool]
As inscrições para a residência hacker do Red Bull Basement foram prorrogadas para até 24 de junho. O programa busca desenvolver projetos que façam uso da tecnologia para transformar a sociedade.

Depois de três anos apoiando projetos que beneficiem a cidade, o Red Bull Basement expande e agora busca por protótipos com temas mais amplos, olhando para necessidades como: saneamento, segurança pública, inclusão social, mudanças climáticas, recursos hídricos e educação inclusiva. Mas o programa também está aberto a outras áreas. O objetivo é incentivar a inovação cidadã, com projetos que tenham consistência, viabilidade e potencial de gerar impacto para a sociedade e seus cidadãos.

[Crédito: Fábio Piva / Red Bull Content Pool]

Uma novidade para esta edição será o chamado aberto: após a seleção dos projetos, será aberta uma seleção para que outros colaboradores se inscrevam e colaborem para o desenvolvimento dos protótipos selecionados.

 

Após quatro anos, o Red Bull Basement, que nasceu no Brasil, tornou-se um projeto global e terá atividades em mais de 22 países com residências na Espanha, África do Sul e Estados Unidos. Outra novidade para este ano será o Red Bull Basement University, que buscará soluções para universidades.

A residência acontecerá de julho a setembro no Red Bull Station. Os residentes terão à sua disposição um makerspace com equipamentos para prototipagem dos projetos, que deverão ser apresentados ao final da residência, além de uma agenda paralela com palestras e workshops sobre diversos temas e um Festival de Tecnologia, que acontecerá em setembro. Quando prontos, os projetos desenvolvidos farão parte de uma plataforma compartilhada.

Para acompanhar e ajudar no desenvolvimento dos projetos, dando suporte e direcionamento, os residentes contarão com a experiência de cinco mentores de diferentes áreas e com ampla experiência em inovação. São eles: Andrei Speridião (design de produto), Gabriela Agustini (empreendedorismo), Fernando Velazquez (design de problema), Julio Freitas (design estratégico), Wesley Lee (design e hardware) e o antigo residente, criador do projeto Pluvi On, da última edição, Pedro Godoy (Quick & Dirty). Também participarão do processo mentores convidados e um monitor em residência, que auxiliará em questões práticas cotidianas no laboratório maker.

Felipe Godoy, empreendedor do Pluvi.On – projeto desenvolvido no Red Bull Basement em 2016 – e mentor de 2018 [Crédito: Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool]
Serviço

4ª edição do Red Bull Basement
Inscrições abertas: https://www.redbull.com.br/residênciahacker

Red Bull Basement

O Red Bull Basement é um espaço de produção, pesquisa e difusão de projetos que explora formas colaborativas de experimentação com mídias digitais. Tem como objetivo desenvolver a colaboração e troca entre pessoas e coletivos com diferentes perfis: programadores, hackers, criativos e makers.