Mudança de forma para passar por lugares estreitos

0
78

A capacidade morfológica é autônoma, não dependendo do piloto. [Imagem: Valentin Rivière et al. – 10.1089/soro.2017.0120]Drone que encolhe
Se você quer fazer filmes para o Youtube mas tem medo de quebrar seu precioso drone fazendo-o voar em lugares estreitos, esta pode ser a solução que você estava procurando. Inspirado na forma como as corujas ajustam suas asas para voar silenciosamente por entre as árvores, este robô aéreo é capaz de alterar seu perfil em pleno voo. Ajustando seus braços, nos quais são fixadas as hélices, ele consegue reduzir drasticamente sua envergadura, podendo então voar por lugares apertados sem exigir que o controlador humano seja um ás de pilotagem – o drone encolhe os braços sozinho ao detectar uma passagem muito estreita. Valentin Riviere e seus colegas da Universidade Aix-Marseille, na França, batizaram seu drone de Quad-Morphing, um quadricóptero morfológico.

O drone muda automaticamente seu formato ao encontrar uma passagem estreita. [Imagem: Valentin Rivière et al. – 10.1089/soro.2017.0120]
Ajustando a envergadura

Para ganhar a capacidade de mudar de forma, o drone tem dois braços rotativos, cada um equipado com duas hélices. Um sistema contendo fios elásticos e rígidos permite que o robô mude a orientação de seus braços em voo, de modo que eles fiquem perpendiculares ou paralelos ao seu eixo central. Na posição paralela, a envergadura do drone reduz-se à metade, suficiente para atravessar um trecho estreito, voltando então à posição perpendicular para estabilizar o voo.

Os testes mostraram que o sistema automático de ajuste consegue fazer o robô passar em segurança por vãos estreitos voando a uma velocidade de até 9 km/h, o que é bastante rápido para um drone desse tipo. O mecanismo de autopilotagem usado nos testes baseou-se em um sistema de localização 3D disponível no laboratório. Mas o drone já recebeu uma câmera em miniatura que captura 120 quadros por segundo, com a qual os engenheiros pretendem fazer com que o drone avalie os espaços por onde deve passar de forma totalmente autônoma. Os testes com este novo sistema de visão artificial deverão começar ainda neste mês. (Inovação Tecnológica)

Bibliografia:

Agile Robotic Fliers: A Morphing-Based Approach
Valentin Riviere, Augustin Manecy, Stephane Viollet
Soft Robotics
DOI: 10.1089/soro.2017.0120