GE mira em novas oportunidades no setor de saneamento

0
327
A escassez de água registrada em diferente regiões do País tem feito com que o mercado busque por tecnologias que tornem a operação de estações de tratamento de água e efluentes mais eficiente e menos onerosa. A GE, por exemplo, está investindo em novos produtos e serviços que possam equacionar ambas as necessidades a partir da modernização de estações de tratamento. Algumas das principais novidades da companhia serão apresentadas durante a Fenasan 2015, feira de saneamento e meio ambiente realizada em São Paulo entre 4 e 6 de agosto.
“Os projetos em estudo no setor de saneamento criam novas oportunidades de negócios para as empresas que atuam com tratamento de água e efluentes. Este é um mercado de grande relevância no atual cenário e com o qual a GE tem mantido conversas a fim de discutir novas alternativas e soluções”, comenta Gilberto Peralta, presidente da GE Brasil.
Parte do interesse da empresa no setor é justificado pela baixa penetração das redes de tratamento de esgoto e necessidade de expansão das atuais estações de tratamento de água, seja em número de plantas em operação ou na modernização de plantas que precisam elevar sua capacidade de tratamento e aumentar sua eficiência.
Se por um lado os dados do País deixam a desejar, eles também criam oportunidades para a atuação de empresas como a GE. Hoje, 40 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada, sendo 21 milhões em áreas urbanas e 19 milhões em zonas rurais, de acordo com o Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento Básico. O cenário não chega a ser diferente quando analisado o acesso a rede de tratamento de esgoto, que hoje não chega a 41% dos municípios brasileiros, de acordo com a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, divulgada em 2014 pelo IBGE.
Tendo em vista os investimentos necessários para universalizar o saneamento no País, em dezembro de 2013 o Governo Federal aprovou o Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab), que prevê investimentos acima de R$ 500 bilhões no período de 2014 a 2033 – ou cerca de R$ 25 bilhões anualmente. O montante é mais que o dobro do que vinha sendo investido, que girava em torno de R$ 10 bilhões por ano.
“O setor precisa se modernizar e investir em tecnologias que possam melhorar a performance de plantas de tratamento e reduzir os custos atrelados à sua operação. Neste cenário, a indisponibilidade de recursos hídricos tem o potencial de acelerar investimentos que já estavam previstos, porém que não deveriam ser realizados tão imediatamente”, pondera o presidente da GE.
Soluções da GE para o mercado de saneamento
Uma das novidades apresentadas pela GE durante a Fenasan 2015 será o novo sistema para tratamento de efluentes: a tecnologia Leap MBR. Equipado com membranas ZeeWeed, o modelo de aeração do sistema opera com sopradores menores, o que aumenta a eficiência do tratamento realizado. A nova tecnologia pode aumentar em 15% a produtividade da estação de tratamento e reduzir em 30% o consumo de energia, um dos principais custos das plantas em operação hoje. Adicionalmente, a solução pode se ajustar a uma área de instalação menor que a tecnologia MBR tradicional, o que permite reduzir a área de instalação do sistema em 20%.
Outra inovação destacada será a Solução Móvel de Tratamento de Água: GE Mobile Water. Com a maior frota móvel do seu tipo, as unidades da GE estão disponíveis em containers ou skids, característica que garante flexibilidade na instalação e operação de todo o sistema. A solução pode ser configurada para atender os mais diferentes tipos de aplicações, desde tratamentos por ultrafiltração até desmineralização completa da água. Em municipalidades, a tecnologia pode ser utilizada como solução temporária para aumentar a produção de água potável e atender picos de demanda de regiões turísticas ou para fortalecer o abastecimento de regiões que enfrentam escassez hídrica. Devido à flexibilidade e agilidade na instalação, a frota móvel da GE pode ser alocada em qualquer região do país.
No campo de hardware e software, a GE apresentará o sistema de automação S@n Box, idealizado para garantir uma operação mais inteligente e preditiva de estações de tratamento. Por meio de gráficos e do armazenamento de dados estratégicos, o sistema permite controlar o desempenho de elevatórias de água ou esgoto, boosters, poços, captações, reservatórios e válvulas redutoras de pressão. Todos os dados processados são disponibilizados para acesso por meio de sistemas de supervisão ou gerenciamento por meio de drivers de comunicação, o que torna a operação de estações de tratamento mais inteligente e preditiva.
Também focada no desenvolvimento de tecnologias que assegurem inteligência e previsibilidade a operação de estações de tratamento de água e efluentes, a GE apresentará o calibrador DPI 620 DPI 611. Mais compacto que os modelos utilizados pelo mercado em geral, oferece maior comunicação e integração de dados, o que aumenta a eficiência, reduz as margens de erro e otimiza a produção de unidades de tratamento. Além disso, a GE também apresentará a sua nova linha de sensores de nível e pressão UNIK 5000 e também os novos medidores de vazão ultrassônicos para medição de água e esgoto.
Fenasan: Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente 

Estande GE: M04
Local: Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333 – São Paulo –SP)
Data:  de 4 a 6 de agosto
Horário: das 12h00 às 19h00 (visitação gratuita)