Emprego na indústria eletroeletrônica volta a subir após três quedas consecutivas

De acordo com a Abinee, 172 novas vagas foram abertas em julho

0
163

O setor eletroeletrônico abriu 172 vagas de emprego no mês de julho, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), com base em informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged).

 

O resultado positivo ocorre após três quedas consecutivas no nível de emprego do setor neste ano. Sondagem realizada pela Abinee junto aos seus associados em julho apontou uma redução de 19% para 12% no percentual de empresas com intenção de demitir. Ao mesmo tempo, as indicações de aumento de contratações passaram de 10%, em junho, para 12%.

 

Segundo o presidente da Abinee, Humberto Barbato, apesar da boa notícia, é preciso ter cautela, pois “permanecem as preocupações com as incertezas políticas em relação às eleições, as oscilações do dólar, o aumento nos preços dos insumos, a redução nas projeções de crescimento do PIB, entre outros fatores, que inibem o investimento do setor”.

No acumulado do ano, o setor abriu 2.262 novas vagas, totalizando 236,4 mil empregados diretos.

 

MESES

SALDO TOTAL DE EMPREGADOS

jul/17

284

234.879

ago/17

576 235.455

set/17

404 235.859
out/17 1.310

237.169

nov/17

-192 236.977
dez/17 -2.804

234.173

jan/18

2.709 236.882

fev/18

1.374

238.256

mar/18 542

238.798

abr/18

-451 238.347

mai/18

-1006

237.341

jun/18 -1078

236.263

Jul/18 172

236.435