Veja o que foi apresentado no Webinar Composites

Mais de 120 pessoas participaram do seminário online que mostrou soluções da Texiglass, Teijin, AH Brasil e Saertex

No dia 9 de outubro, foi realizada a segunda edição do Webinar Composites, um seminário online que teve como propósito apresentar novas tecnologias para a fabricação de peças em composites e também mostrar algumas das empresas que estarão expondo na FEIPLAR COMPOSITES & FEIPUR 2018 – Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia, que acontecerá de 6 a 8 de novembro deste ano no Expo Center Norte (Pavilhão Verde), em São Paulo, SP, Brasil.

Veja o vídeo com as apresentações, clicando aqui

Confira as tecnologias que foram apresentadas:

Texiglass – Prepregs e tecidos de fibra de vidro, carbono e aramida para compósitos (Luis Fernando Barbi).

A Texiglass mostrou uma ampla gama de reforços disponíveis para a fabricação de peças em destaque. O palestrante Luis Fernando Barbi, coordenador de vendas, também destacou os recentes desenvolvimentos da empresa em prepregs, matéria-prima que oferece interessantes benefícios em termos de qualidade e produtividade.

Para baixar a apresentação, clique aqui

Teijin – Uma visão para materiais termoplásticos reforçados com fibra de carbono no mercado aeroespacial (Carlos Leão Leutewiler).

O objetivo desta apresentação foi proporcionar uma ideia geral sobre este tópico, levando vários pontos em consideração. Isso incluiu uma retrospectiva da fase de desenvolvimento dos materiais, seus principais benefícios, tanto das propriedades do produto quanto dos processos de fabricação de peças, e explicou como acreditamos que esse desenvolvimento continuará evoluindo nos próximos anos. O enfoque deste artigo reside no material baseado em fibra de carbono contínuo e polímeros termoplásticos de alto desempenho.

Para baixar a apresentação, clique aqui

AH Brasil – A evolução do RTM-Light: VPI com membranas de silicone Alan Harper (André Antunes)

André Antunes, diretor executivo para América Latina da AH Brasil/Alan Harper Composites, fez uma apresentação na qual mostrou novas possibilidades geradas pelos avanços tecnológicos em moldagem de fibra de vidro ou carbono. Inovando em vista a processos convencionais, as membranas de silicone trouxeram grande flexibilidade, agilidade e redução de custos para o mercado nacional. Já está presente em alguns dos maiores fabricantes automotivos do país com a tecnologia ƒiRST e VPI. A AH Brasil, distribuidora exclusiva da Alan Harper Composites (UK) no país, mostrou as vantagens, possibilidades e serviços prestados as indústrias nacional e internacional.

Para baixar a apresentação, clique aqui.

Saertex – Tecidos multiaxiais e suas vantagens (Felipe Bianco Hesselbarth)

Durante a segunda edição do Webinar Composites, a SAERTEX apresentará seus tecidos técnicos, também conhecidos como NCF (non crimp fabric), feitos sob medida, em fibra de vidro, carbono e aramida.

Dependendo do tipo de fibra, do peso da camada e da combinação de ângulos, podem ser alcançadas várias características mecânicas. Os produtos são configurados individualmente para os clientes e adaptados conforme aplicação e processo de produção: infusão a vácuo, RTM, pultrusão, compressão. Serão apresentados os componentes de um tecido e suas possibilidades de construção e alguns cases de sucesso.

Para baixar a apresentação, clique aqui.

Visite a Feiplar 2018

HOT NEWS

Painel Automotivo mostrou inovações

Automotivo 2018, mostrando novos projetos e tendências do setor O Painel Automotivo é um seminário técnico, que tem o...

Alunos do Instituto Mauá de Tecnologia visitam fábrica da Mitsubishi Electric...

Esta semana, os alunos da equipe Kimauánisso do Instituto Mauá de Tecnologia visitarão a fábrica da Mitsubishi Electric no Japão. Os estudantes devem ir...

Árabes de olho no calçado brasileiro

Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido em parceria com a...

Sucroenergéticas no vermelho: Entre as maiores empresas, 24 tiveram prejuízo em...

Dívidas em alta, volatilidade de preços que dificultam a previsibilidade dos resultados e a já estabelecida concentração de números positivos em poucas empresas. Embora...
Choose another language