Arlanxeo apresentou borracha que possibilitará maior rendimento quilométrico em pneus de carga e redução no consumo de combustível na ordem de 5% a 10%

Produto foi desenvolvido pela equipe de pesquisa e desenvolvimento da empresa no Brasil

0
1077

A Arlanxeo, uma das maiores fabricantes de borracha sintética, marcou presença na EXPOBOR, maior feira da indústria de borracha da América Latina, que aconteceu em junho no Centro de Exposição Expo Center, em São Paulo. Dentre as novidades,a empresa apresentou um novo produto à base de butadieno estireno (SBR) em solução, o Buna SL 7518-4, que possibilitará maior rendimento quilométrico em pneus de carga, além de redução no consumo de combustível na ordem de 5% a 10%. O novo elastômero tem também um alto potencial de uso em veículos de passeio, cujas aplicações específicas atendem aos critérios de etiquetagem de pneus implementados recentemente no Brasil pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). A tecnologia foi desenvolvida no Brasil pela unidade de negócio TSR e está sendo fabricado na planta de Cabo de Santo Agostinho (PE). O produto está sendo exportado para fabricantes de pneus na Ásia e Europa.
Outra novidade para atender às diferentes necessidades de mercado, globalmente, é a produção de uma nova gama de borrachas sintéticas de butadieno estireno (SBRs) em emulsão estendidos em óleo. As novas borrachas foram desenvolvidas e produzidas, a partir deste ano, na unidade da empresa de Duque de Caxias (RJ). Atualmente, o portfólio da TSR disponibiliza os novos produtos Buna SE 1723, Buna SE 1739, Buna SE 1783 e Buna SE 1763 que, em conjunto com os tradicionais Buna SE 1793 e Buna SE 1799, completam todas as possibilidades de óleos extensores usados pelo mercado de pneus

 

Já para o mercado de artefatos técnicos de borracha, a unidade de negócios High Performance Elastomers (HPE) apresentou duas novas grades do produto Keltan EPDM. Umas delas, o Keltan 13561C, é um EPDM de ultra alto peso molecular com baixo teor de óleo. O produto é produzido por meio da tecnologia de catalisadores Keltan ACE(tm). Este novo grade possibilita que clientes desenvolvam compostos mais econômicos ou melhorem as propriedades mecânicas dos produtos finas, sem perder na processabilidade em mistura e extrusão/moldagem. Esta combinação de economia com alto desempenho tem sido muito procurada por produtores de artigos de borracha como perfis sólidos de vedação, mangueiras automotivas e industriais e vedações de tubulação de água, entre outros.

 

A segunda novidade apresentada pela unidade de HPE foi um Keltan EPDM de baixa viscosidade e alta cristalinidade, produzido na unidade de Triunfo (RS) e exportada para todo o mundo. Este polímero foi desenvolvido para que os fabricantes de artigos de EPDM possam desenvolver compostos com excelente fluxo em processo de extrusão e injeção, combinado com boas propriedades mecânicas e elétricas, o que é de grande interesse para diversas indústrias como a de cabos e de peças injetadas.