Árabes de olho no calçado brasileiro

0
4058

Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promoveu o Projeto Comprador Vip com compradoras do grupo árabe NTDE Group, de Dubai. A agenda, ocorrida de 10 a 14 de dezembro, contou com 15 reuniões e visitas técnicas a fábricas, shoppings e centros comerciais no Rio Grande do Sul e São Paulo.

As compradoras Sabi Behzadi e Foroogh Ahmadi elogiaram a qualidade dos produtos brasileiros e o preço competitivo para o exigente mercado árabe. “Temos expectativa de trabalhar com até cinco marcas brasileiras”, conta Sabi. O grupo NTDE, focado em distribuição e varejo, possui mais de 100 lojas dos mais diversos segmentos espalhadas na Região do Golfo Pérsico – em Bahrein, Kuwait, Oman, Qatar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Conforme relatório gerado pela Abicalçados, a expectativa de negócios gira em torno de 50 mil pares nos próximos meses. “É um número bastante significativo, pelo potencial do grupo e pelo fato de que existe um grande mercado a ser explorado na Região”, conta a analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Ruisa Scheffel, revelando que o preço médio do calçado a ser trabalhado pela empresa é de US$ 25. “Ou seja, podem ser gerados US$ 1,25 milhão com a ação”, acrescenta Ruisa.

O mercado árabe, representado pela Arábia Saudita, é considerado alvo do programa Brazilian Footwear para o próximo biênio 2019/2020. Entre janeiro e novembro, o país importou o equivalente a US$ 4 milhões em calçados verde-amarelos.